A Aldeia Numaboa ancestral ainda está disponível para visitação. É a versão mais antiga da Aldeia que eu não quis simplesmente descartar depois de mais de 10 milhões de pageviews. Como diz a Sirley, nossa cozinheira e filósofa de plantão: "Misericórdia, ai que dó!"

Se você tiver curiosidade, o endereço é numaboa.net.br.

EcoAldeia

O tiê-sangue voltou

Sex

5

Set

2008


20:58

(114 votos, média 4.29 de 5) 


Hoje foi um dia especial. Tinha acabado de almoçar e olhava para fora curtindo minha maré alcalina quando vi um casal de bem-te-vis dando a maior coça num anu-branco em pleno vôo. Ainda estava pensando no que o anu poderia ter aprontado para ser tão escorraçado quando vi um passarinho de um vermelho muito intenso pousar num galho perto da varanda onde eu estava. Quase não pude acreditar no que tinha diante dos meus olhos: o tiê-sangue havia voltado!

Só me lembro de ter visto tiês-sangue na minha infância. Depois disto, nunca mais - e olha que isto já faz um tempão smile Aliás, chamávamos estes passarinhos de sangue-de-boi, um nome feio pra caramba comparado com a formosura deste pequeno voador.

Como não enxergo mais tão bem como antigamente, me apressei em buscar os binóculos para dar uma olhada mais de "perto". Fiquei feliz. Era ele mesmo, vistoso como ele só. O tiê-sangue tem peito e cabeça vermelhos, cauda e asas bem escuras (no meu modo de ver, são pretas). O contraste é fabuloso, especialmente porque ainda conta com um adorno especial - uma mancha branca que ele carrega na parte inferior do bico.

Toda esta exuberância indicava tratar-se de um macho. Como se sabe, os pássaros machos precisam ser muito vistosos para que possam conquistar as fêmeas... se eles não forem muito bem enfeitados as passarinhas não dão a mínima bola pra eles. Coisas da Natureza...

Como o bichinho estava muito ocupado voando do galho para o chão e do chão para o galho, pensei: está entretido se alimentando com algum tipo de inseto. Quem sabe dá tempo de buscar a máquina fotográfica (é isto mesmo, avós têm máquinas fotográficas - nada de câmeras cheias de zoom e lentes especiais). Deu sorte! Consegui pegar a máquina e me aproximar o suficiente para fazer uma foto. Não é nada daquelas coisas porque a fotógrafa é amadora e o equipamento não tem lá grandes recursos. Mas tá valendo, pelo menos pude documentar que não estou inventando moda: meu ecossistema conta novamente com o tiê-sangue.

Galeria de tiês-sangue

Para que você não fique muito frustrado vendo este passarinho de muito longe, catei mais duas fotos que encontrei na net, uma do Douglas Soares e outra da Margot Katz de Castro. Clique nelas se quiser vê-las ampliadas.

Tie-sangue
tiê-sangue tiê-sangue

Algumas informações sobre o tiê-sangue

Este passarinho é conhecido como tiê ou tié: tiê-sangue, tiê-vermelho, tiê-fogo, tiê-piranga, tapiranga e, é claro, sangue-de-boi. É um pássaro exclusivamente brasileiro e pode ser encontrado da Paraíba até Santa Catarina. Existem alguns espécimes no Rio Grande do Sul e no norte da Argentina, mas parece se tratar de tiês fugidos de gaiolas e criatórios.

Costuma viver em capoeiras baixas, bordas de florestas, restingas e plantações. Às vezes também aparece em parques e praças de cidades, longe do seu habitat natural (só Deus sabe porque). Dificilmente são vistos em grupos porque costumam viver em pares. Alimentam-se principalmente de frutas e insetos.

A fêmea não é tão vistosa quanto o macho. Ela é marrom-cinzenta nas partes superiores e marrom-avermelhada nas inferiores. O período de reprodução acontece na primavera e no verão. A fêmea costuma por 2 a 3 ovos verde-azulados lustrosos, com pintas pretas.

O tiê-sangue é mais uma das "vítimas" do chupim. A folgada da chupim invade o ninho na ausência da tiê, joga fora os ovos originais e deixa os ovos da sua espécie. A tiê volta, não nota a diferença, choca os ovos e, depois de os filhotes nascidos, cuida deles como se fossem seus.

Os tiês têm cerca de 15 a 20 cm de comprimento e o macho chega a pesar cerca de 30g. Pertencem à família Emberizidae, gênero Rhanphocelus e espécie bresilius.

O canto do tiê

Ouça o canto do Ranphocelus bresilius.



Informações adicionais