A Aldeia Numaboa ancestral ainda está disponível para visitação. É a versão mais antiga da Aldeia que eu não quis simplesmente descartar depois de mais de 10 milhões de pageviews. Como diz a Sirley, nossa cozinheira e filósofa de plantão: "Misericórdia, ai que dó!"

Se você tiver curiosidade, o endereço é numaboa.net.br.

Babel dos Garranchos

O Árabe

Qui

4

Jan

2007


01:48

(360 votos, média 4.11 de 5) 


A escrita árabe desenvolveu-se à partir da escrita aramaica nabateana. É utilizada desde do século 4 d.C. O documento mais antigo com inscrições árabes, siríacas e gregas, porém, data de 512. O Aramaico possui menos consoantes que o Árabe de modo que, durante o século 7, foram criadas novas letras através da adição de pontos a letras já existentes para evitar ambiguidades.

Existem dois tipos principais de Árabe escrito: o Árabe clássico e o Árabe moderno padrão.

O Árabe clássico é a linguagem do Qur'an e da literatura clássica. Distingue-se do Árabe moderno padrão principalmente no estilo e no vocabulário, grande parte do qual é arcaico. Apesar de existirem traduções, considera-se obrigação de todo muçulmano ler o Qur'an na sua língua original. O Qur'an é o Alcorão (também Al-Koran ou Corão), o livro sagrado dos muçulmanos.

O Árabe moderno padrão é a língua universal do mundo árabe, entendido por todos que falem Árabe. É a língua da grande maioria do material escrito e de aulas, transmissões de rádio, TV, etc.

CARACTERÍSTICAS

O alfabeto árabe é composto por 28 letras. Algumas letras adicionais são usadas em Árabe quando se escreve nomes de lugares ou palavras estrangeiras que contenham sons que não existem no Árabe padrão, como /p/ e /g/.

As palavras são escritas em linhas horizontais, da direita para a esquerda. Numerais são escritos da esquerda para a direita.

A maioria das letras muda de forma, dependendo se estão sozinhas, no início, no meio ou no fim de uma palavra.

Letras que podem ser associadas aparecem juntas tanto na forma escrita quanto na forma impressa. A única exceção são palavras cruzadas (quebra-cabeça) e placas de sinais nas quais se escreve na vertical.

As vogais longas, /a:/, /i:/ e /u:/, são representadas respectivamente pelas letras 'alif, yaa e waaw.

Um shadda, que parece a letra siin sem a cauda, é usado para indicar consoantes duplas.

Um pequeno círculo (sukuun) é usado para indicar a ausência de uma vogal.

O ALFABETO ÁRABE

As consoantes árabes:

Consoantes
As consoantes do Árabe

As Vogais

As vogais curtas (a, i u) e os diacríticos anexados às vogais longas são usualmente escritas apenas em poesias, livros de texto para estudantes estrangeiros, livros infantis e no Alcorão.

Vogais
As vogais do Árabe

Os Números

Os números, com seus respectivos nomes, são:

Números
Números arábicos

O IDIOMA ÁRABE

O Árabe é um idioma semítico falado por mais de 221 milhões de pessoas no Afeganistão, Algéria, Bahrain, Chad, Chipre, Djibouti, Egitot, Eritréia, Irã, Iraque, Israel, Jordânia, Quênia, Kuwait, Líbano, Líbia, Mali, Mauritânia, Marrocos, Níger, Omã, Palestina e Gaza, Quatar, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Síria, Tajiquistão, Tanzânia, Tunísia, Turquia, Emirados Árabes, Uzbequistão e Iêemen. Existem mais de 30 variedades diferentes de Árabe coloquial que incluem:

  • Egípcio - falado por cerca de 46 milhões de pessoas no Egito e talvez a variedade mais entendida graças à popularidade de filmes e shows de TV egípcios.
  • Algeriano - falado por cerca de 22 milhões de pessoas na Algéria.
  • Marroquino/Maghrebi - falado no Marrocos por cerca de 19.5 milhões de pessoas.
  • Sudanês - falado no Sudão por cerca de 19 milhões de pessoas.
  • Saidi - falado por cerca de 19 milhões de pessoas no Egito.
  • Levantino do norte - falado no Líbano e na Síria por cerca de 15 milhões de pessoas.
  • Mesopotâmico - falado por cerca de 14 milhões de pessoas no Iraque, Irã e Síria.
  • Najdi - falado na Arábia Saudita, Iraque, Jordânia e Síria por cerca de 10 milhões de pessoas.

Veja o mapa da distribuição do Árabe em Árabe no Mundo.

EXEMPLO DE TEXTO

Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade. (Artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos)

Declaração dos Direitos Humanos
Declaração dos Direitos Humanos em Árabe

Transliteração: Yūladu jamī'u n-nāsi aḥrāran mutasāwīna fī l-karāmati wa-l-ḥuqūq. Wa-qad wuhibū 'aqlan wa-ḍamīran wa-'alayhim an yu'āmila ba'ḍuhum ba'ḍan bi-rūḥi l-ikhā'.

Ouça a declaração Som

Se você ficou interessado e quer aprender mais, explore este belíssimo aplicativo em Flash obtido da Islamic Arts and Architecture Organization: Aprenda Árabe.

Fontes

Informações adicionais